Ary & ESViriato

_PT


Olá heróis!


Sempre que aqui venho escrever-vos parece que não falo convosco há uma eternidade... Mas a verdade é que não passou assim tanto tempo. Pelo menos desde a última vez. O que é bom, porque significa que aqui a Heróis sem capa anda a trabalhar bem (certo?).


Se estão subscritos à nossa newsletter mensal, ou nos seguem no Instagram, sabem de que na semana passada, no dia 23, fiz uma apresentação de carácter especial, e hoje venho contar-vos como correu! Tive o prazer de ser convidada pela minha vizinha, amiga e professora (sobre este último - não minha, mas de muitos sortudos) Paula Soares, para fazer uma apresentação para os alunos do ensino especial da Escola Secundária de Viriato na minha terra natal, Viseu. A sessão, tenho a dizer, foi diferente do que o que tenho feito noutros locais - isto porque não estava a dirigir-me a um público de crianças, mas sim a adolescentes/jovens adultos. De modo a conseguir estruturar, mais ou menos, aquilo que iria ser a sessão, informaram-me de que os alunos estavam a começar a tratar o tema dos heróis nas suas atividades escolares e que tinham andado a trabalhar a história do Ary, visto que é um conto inspirado na vida de um herói real. Nesse sentido, achei desnecessário estar a contar a história, pois conheciam-na bem, e decidi envergar numa direção diferente: concentrei o foco da sessão naquilo que é o projeto, a mensagem que defende e em todo o trabalho que está por trás do mesmo - desde a concepção dos livros e o making of das ilustrações, à presença online da marca. A conversa em si, com os alunos, acabou por andar mais à volta do significado de herói para cada um e do processo criativo que sustém o projeto, tendo eu partilhado com os presentes as várias histórias que pretendo contar em formato de livro e em formato de Herói do mês. E, em relação a este último, também lhes dei uma preview especial de quem será o Herói do mês de fevereiro, pois considerei pertinente perante o público para o qual estava a falar.


Foi uma discussão muito interessante, com uma participação ativa por parte do público, tendo havido partilha de conhecimentos, opiniões e, mais importante ainda, histórias. Com toda a honestidade, acho que a sessão foi incrivelmente bem sucedida. Senti muito apoio por parte de todas as docentes que se encontravam na sala e muito carinho e entusiasmo por parte dos alunos, e agora mal posso esperar pelas próximas apresentações! (Esta parte do processo da criação de um livro é mesmo muito divertida, e tenho tido muita sorte com todas as oportunidades que têm aparecido.)


Tenho que deixar aqui um enorme abraço virtual, e um ainda maior obrigada, à Paula, à direção da biblioteca - Paixão Pinto, e ao diretor da escola - Pedro Ribeiro, por terem permitido que tudo isto tivesse acontecido. Foi, sem sombra de dúvida, um prazer conhecer tantas mentes criativas e ajudar a introduzir o tema das histórias sobre heróis reais.


E já que vos tenho, deixo aqui a informação de que, no próximo dia 2 de fevereiro, vou estar com a Alcateia do Segundo Grupo de Escoteiros de Portugal, uma sessão que também promete. Fiquem atentos, mais posts aqui no blog estão a caminho :)

E por agora é tudo, espero que tenham gostado, heróis. Obrigada por estarem comigo nesta aventura.


Até já, heróis!



P.S. Se souberem de uma escola/jardim de infância, em qualquer parte do país, que poderia estar interessada em fazer uma sessão de storytelling/workshop criativo OU numa mais no género desta que vos descrevi neste post, enviem-me um e-mail! Ando à procura de organizações/hospitais pediátricos que organizem este tipo de atividades. Qualquer informação sobre isso também vos ficaria muuuuuito agradecida.


EN: Thank you. Our day wouldn't had been so special if it wasn't for Mafalda's presence. / High School of Viriato's students, 23.01.2019


_EN


Hi, heroes!


Every time I come here to write to you, it feels like it’s been forever since I’ve done so, but actually, this time at least, it hasn’t been that long. Which is great, because it means that this project’s been doing something right (right?).


If you’re subscribed to our newsletter, or follow us on Instagram, you know that last week, on the 23rd, I gave a rather special presentation. Today I’m here to tell you how it went! I had the pleasure to be asked, by my neighbour, friend and teacher (the last, not mine, but many lucky ones’) Paula Soares, to give a presentation to the special education programme’s students in the High School of Viriato in my hometown, Viseu. The session, I must say, was very different from what I’ve been doing in other locations - particularly because I would not be speaking to a class of children, but to an audience of teenagers and young adults. In order to plan, more or less, what would eventually become the session, I was informed that the students were beginning to explore heroes in their school activities, and that they had been working on Ary’s story, seen as it is a tale inspired by the life of a real hero. With that in mind, I found unnecessary to read Ary’s story myself, as they knew it well, so I decided to go in a different direction: I lead the session towards what Heroes without a cape was, what its goals and purposes were and what goes on behind the scenes. From the conception of a children’s book, to the illustration process and even the project’s presence online. The talk ended up focusing more on what being a hero means to each of them and the creative process that holds this project together, having I shared with the audience the stories I intend to tell in a book format and in a Hero of the month format. Regarding the last one, I even gave them a special preview of who will be our February’s hero of the month, since I considered it to be pertinent when having the audience in question in mind.


It was a very interesting discussion, with a very active participation from the students, having there been sharing of knowledge, opinions and, even more important, personal stories. With all honesty, I think the session was incredibly successful. I felt an immense amount of support from the faculty members present in the room and an even bigger amount of love and enthusiasm from the students and now… Now I can’t wait for the next presentations we have scheduled! (This part of creating a book is really fun, and I’ve been very lucky to have been offered all the opportunities that have been happening so far.)

I must leave here a huge virtual hug, and even bigger thank you, to Paula, the Library’s director - Paixão Pinto, and the school principal - Pedro Ribeiro, for having allowed all this to happen. It was, with a shadow of doubt, a pleasure to have met so many creative minds and having helped showcase what storytelling of real heroes can be.


And since I have you here, let me just also leave a piece of important information regarding what will be happening on February 2nd. I’ll be spending the afternoon with the Wolf Pack of the Second Group of Scouts of Portugal, and it’s very promising. Stay tuned, more posts on the blog are in their way :)


And for now it is all, I hope you liked to read all this, heroes. Thank you so much for being with me in this adventure.


See you soon, heroes!

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo